domingo, 31 de maio de 2009

Da Terra à...

Finalmente terminámos o nosso foguetão... Quase apetece dizer que terminámos o projecto Espaço,em que temos vindo a trabalhar para comemorar o Ano Internacional da Astronimia. Mas será que acabou mesmo? O foguetão sim, mas o projecto não, pois só agora é que vamos poder viajar pelo espaço, que como se sabe é infinito... Já para não falar da preparação da viagem... O que é que comem os astronautas? O que é que vestem? De que é que são feitos os seus fatos? Porque é que têm que usar oxigénio quando estão no espaço? Nós já sabemos que eles andam aos saltos porque no espaço não há gravidade que é, como nos ensinaram os nossos amigos do JI de Rio Côvo, em Barcelos, a força de atração mútua que os corpos materiais exercem uns sobre os outros e que a terra exerce sobre nós. Nós fizemos um filme sobre o modo como o nosso projecto decorreu até aqui. Querem vê-lo?
Por favor vejam a postagem seguinte.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Novos amigos...


É verdade, na nossa sala, temos dois novos amigos. São o Petisco e o Nemo, dois peixinhos que nos foram oferecidos pela Rita, pela Mariana e pela Mónica.
Estamos encantados com eles.
Antes de chegarem tivemos que aprender algumas coisas sobre a vida dos peixes em geral e depois alguns detalhes sobre os Cíclideos Africanos, que é o nome da família do Nemo e do Petisco. Mas a família dos Ciclídeos Africanos tem muitos membros que vêm de diferentes lugares e que têm diferentes cores. Os nossos são amarelos e chamam-se "Labidochromis yelow".
Já sabemos que são peixes muito curiosos e que gostam de explorar tudo. Por isso andam sempre à procura de coisas novas e divertem-se muito a modificar o fundo do aquário. Também gostam muito de comer e devemos dar-lhe muito pouca comida de cada vez, tão pouca que eles consigam comer em poucos segundos, mas três vezes ao dia.
E temos que lhes ir mudando as pedras e os cantinhos, para eles se divertirem a explorar tudo outra vez...
São uns peixinhos muito especiais, estes nossos peixinhos…

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Mistério...


Não, não é mistério o que fui fazer a Varsóvia. Fui participar num workshop eTwinnig. E o que é isso de eTwinnig? Bom, o eTwinning é um projecto europeu, criado em Janeiro de 2005, é uma das acções do programa eLearning da União Europeia e está actualmente integrado na acção Comenius do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida.
Esta iniciativa pretende potenciar a dinamização de projectos entre escolas europeias, através de um portal específico onde são disponibilizadas ferramentas para o estabelecimento das parcerias e para o desenvolvimento de actividades como, por exemplo, fóruns, chat, email internos, bem como a possibilidade de upload e download de ficheiros que podem ser tornados públicos quando, e se, as escolas o entenderem, dando, desta forma, visibilidade ao trabalho realizado. O eTwinning promove a colaboração entre escolas, através da utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), facilitando a criação de parcerias internacionais de curta ou longa duração em qualquer área do saber.
Portanto fui aprender a trabalhar. E aprendi mesmo… Tivemos uns dias intensos, compactos e cheios de novidades, mas o que eu realmente gostei foi da interacção que existiu entre os vários países, interacção que continua a existir pois, depois de uma experiencia destas, é impossível parar. A partir deste workshop a minha vida de Educadora nunca mais será a mesma!
É muito bom percebermos que fazemos parte de uma comunidade imensa, uma comunidade que trabalha para formar o futuro, para formar os homens de amanhã. E não estamos sós… Somos imensos e isto é mesmo muito bom.
Podem saber mais sobre eTwinnig em - http://www.etwinning.net/pt/pub/index.htm ou em - http://moodle.crie.min-edu.pt
Visitem. Vale a pena.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Varsóvia




Pois é, estou mesmo cá!
Como consegui aceder à internet, mudam-se os locais, mas ficam os vícios...
Brincadeiras à parte, não quis deixar passar o dia sem o partilhar convosco.
Além das viagens de avião, que já sabemos como são, tenho gostado do que tenho visto. Chegámos ao hotel às 4.30h locais (uma hora a mais que Lisboa), largámos a mala no hotel, e saímos à pressa, que amanhã começa o trabalho a sério e depois já não podemos ver mais nada...
Caminhámos 4 h.,mas valeu a pena. Gostei muito do que vi.
Varsóvia, pelo menos esta parte que visitei, não é magestosa como Praga, ou Budapeste, mas é uma cidade muito calma, pacata, ordeira,cheia de espaços verdes, esplanadas e pátios com pequenos cafés, que convidam mesmo a entrar e sentar. As pessoas são muito simpáticas, afáveis e sorridentes. E,embora tenha muitos carros, que respeitam os peões, a cada esquina ouvem-se os passarinhos.
Os meus pés estão muito cansados, mas a minha alma está limpa e relaxada! Se não fosse pela língua, que para mim é impossível entender, até parecia que estava em casa...
Amanhã, vamos acordar cedo, pois ainda queremos ir à cidade velha antes do início do workshop.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Mudam-se os Tempos, mas as estratégias ficam...



Mudam-se os tempos, mas contrariamente ao que se pensa, as brincadeiras e as estratégias ficam...
A minha mãe, que viveu a sua infância no início do Sec. XX, contava que, quando brincavam às casinhas e uma das crianças não conseguia respeitar as regras do jogo, era imediatamente nomeado pai e tinha que ir para muito longe “resinar”, que era a profissão que levava muitos homens para longe das suas famílias.
Na minha infância, em meados do Sec. XX, no início do aparecimento da televisão, em que se ia ao café da aldeia ver os desenhos animados, quando um companheiro não respeitava as regras do jogo, nós mandávamo-lo ao café ver televisão que, no nosso caso, era um rectângulo desenhado com um pau, na parede de uma casa em ruínas, na outra ponta da aldeia. E só podia voltar para casa quando o filho o fosse avisar de que o jantar estava pronto.
Hoje de manhã, na casinha das bonecas, a Lia, muito meiga e muito doce, cuidava do seu bebé, a Teresinha, enquanto a Leonor e a Erica, iam deixando um rasto de desordem, numa brincadeira sem fim. A Lia, cansada da azáfama das amigas, propõe:
"Vá, agora vocês eram as minhas gatinhas, fugiam de casa, e só voltavam à noite!"
Mudam-se os tempos...
...As estratégias ficam!

Amanhã bem cedo, parto para Varsóvia...
Vou ao workshop e-Twinnig, e quando vier vos contarei...

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Partilhas...

André e Pedro comparando tamanhos e tirando conclusões, enquanto desenham livremente.


Às vezes não é preciso fazer grandes coisas...
Às vezes basta um pequeno gesto, uma partilha e muita, muita atenção...
Ter amigos e saber partilhar com eles as nossas pequenas conquistas diárias,faz toda a diferença!
É isto, sem dúvida alguma, aquilo que quero passar às crianças que me vão sendo confiadas.
Tudo o que quero é que ao longo da vida elas consigam entender que, não é preciso ter tudo para se construir o mundo. Basta felicidade e nada mais!


Num momento de calmaria,usando os seus sapatos, o Igor ensina ao Rodrigo o que aprendeu. Ensina-o a atar atacadores. Uma grande experiência...

domingo, 10 de maio de 2009

PEDAÇOS DO MEU SENTIR


Esta notícia tem que ter um grande destaque.
Estou muito orgulhosa pois, no próximo sábado, vai ser publicado o livro do meu irmão, que é um grande poeta, mas é sobretudo um GRANDE HOMEM e, sem dúvida nenhuma, um dos meus modelos. Marcou profundamente a minha vida.
OBRIGADO Mano,por seres quem és, por seres como és!!!

No próximo dia 16 de Maio, às 19,00 horas, no Auditório - Campo Grande nº 56, em Lisboa - será a apresentação deste novo livro de poemas, publicado sob a chancela da editora «Temas Originais, Lda».
O livro, em cuja capa se reproduz uma tela da pintora Alvani Borges, tem Prefácio do poeta António Paiva e será apresentado pelo poeta Xavier Zarco.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Que belo presente!





A dois passos de Lisboa, a Brandoa é mesmo um fim do mundo que até o carteiro tem dificuldade em encontrar...
Porque é que digo isto? Bom, digo a brincar, mas a verdade é que a surpresa que os nossos amigos do JI de Fitares nos mandaram por altura da Páscoa, finalmente chegou ao Jardim de Infância. Já tinham chegado os do Norte, dos Açores e à Brandoa, nada.
Pois finalmente tivemos a tão esperada surpresa e...
...ADORÁMOS!!!
Já está no nosso chaveiro e deixa a nossa sala e a nossa chave bem mais bonita.
Obrigado meninos. Gostámos muito do vosso presente!...

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Mãe


O Dia da Mãe está à porta e nós, além do presente para a mãe, conversámos muito e vimos alguns filmes e apresentações em power point. Uma das apresentações mostrava mães diversas com seus filhos. Eles viram com muita atenção e, à medida que a apresentação ia correndo, eles iam associando as fotografias às suas próprias vivências.
" A minha mãe também faz isso..." ou "A minha mãe também é assim...", era o que se ouvia.
Comovia vê-los!...
Por isso, juntos, organizámos um novo PPT, que nos mostra que, por mais diferentes que sejam as mães, o seu amor é único e inconfundível.
E para todas as mães aqui fica o nosso trabalho, com muito muito carinho.
Feliz dia da Mãe!
Mãe
View more presentations from rosaborges.