quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Talentos...

A nossa Matilde Q., que quando for grande quer ser artista,  ( Ela não sabe, mas eu posso garantir que já o é!), é uma grande fã do Ballet, que pratica com todo o empenho. Um destes dias decidiu desenhar uma coreografia que eu não hesito em colocar aqui pois está fabulosa!
Vejam lá se não está?

Que grande privilégio poder viver com eles dia a dia! Que bom é ver crescer estas crianças e poder, de alguma forma, participar neste crescimento! Que grande responsabilidade... É do futuro que estamos a cuidar!


quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Pinceladas de cor e de som...

"Estou no Jardim Infantil
E pinto quadros a cores
Com lápis e com pincéis
Como fazem os pintores.

E com os dedos das mãos
Então que bem que se pinta!
Fico todo besuntado
Até o nariz tem tinta!

Ora, não tem importância!...
Para que é que a água se fez?
Lavo a cara, lavo as mãos,
E fico limpo outra vez!"

Este belíssimo poema de que sempre gostei muito e que penso pertencer a Miguel Torga, faz-me pensar na nossa actividade. Continuamos a nossas viajem pelas cores secundárias e, como não podia deixar de ser, fizemos pintura. Mas não foi uma pintura qualquer. Para podermos pintar tínhamos que cumprir alguns requisitos.
1º - Ficar em silêncio para podermos ouvir bem a música de Mozart que tocava no leitor de CD´s.
2º- Escolher, de entre todas as cores que estavam na mesa, apenas três cores que tinham que ser da mesma família
3º- Preencher completamente a folha. Não podia ficar nem um bocadinho de papel à vista.
Um sucesso!
Pergunta o Diogo. -Ó Professora, que musica é esta? É que parece diferente...
-É uma música muito especial. Chama-se música clássica. - Respondo
-Já sei qual é. O meu pai e o meu avô costumam ouvir. O meu avô diz que o ajuda a pensar. - Diz o Hugo muito feliz.
-Eu gosto de ouvir esta música, é "sosogadinha" - Diz a Inês com o seu ar de menina crescida.
E o Guga, um dos pequeninos, remata a conversa em pleno: - Eu gosto muito! Quando a oiço fico muito feliz. Até parece que o meu coração salta!
Só por isto, já teria sido bom fazer a actividade. Mas isto não foi nada... Os trabalhos ficaram realmente espantosos!


Estes meninos são mesmo especiais!




domingo, 23 de janeiro de 2011

À descoberta das cores secundárias...

Normalmente, quando chega o Inverno, na nossa sala explora-se a cor e a música. Este ano não foi diferente.
Do Agrupamento chegou o modo de Partida com "O pequeno azul e o pequeno amarelo", um livro de Leo Leonni, recomendado pelo Plano Nacional de Leitura. E tem sido o nosso trabalho nestes últimos tempo. Já fizemos muitas coisas e muitas mais ainda vamos fazer, de qualquer forma aqui fica uma parte do nosso trabalho.



Uma boa semana para todos. Nós vamos continuar a explorar!...

De novo em casa...

Já voltou para casa a nossa Maria Carolina. Voltou um bocado suja, amachucada, com a boca no pescoço e sem um olho, pobrezinha...
Eu fiquei um bocadito zangada... Como é que foi possível tratarem-na assim? Depois percebi... Ela estava no chão, numa grande fila de anjos, à saída das caixas do supermercado, portanto, enquanto os pais pagavam, as crianças iam brincar com ela . Isto são cicatrizes das brincadeiras que ela teve. E se ela foi feliz e fez felizes as crianças ao seu redor, então cumpriu plenamente os seus objectivos que era levar à comunidade o Espirito de partilha do Natal. Agora é tempo de descansar... Vamos limpá-la, retirar-lhe os platicos e deixá-la dormir até ao proximo natal. Quem sabe se ela não vai acordar sendo uma outra personagem? Vamos esperar para ver!


A Maria Carolina alinhada com os seus amigos anjos, todos muito felizes por anunciarem o Natal... Estava linda, não estava?

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Perlimpimpim...perlimpimpança... Crescer em segurança!


Hoje, logo de manhã, tivemos uma visita muito importante. Os Agentes Carlos e Florbela, da Polícia Municipal de Oeiras, vieram à nossa sala para nos falar  do que precisamos fazer para "crescer em segurança."

Focaram temas como Segurança Rodoviária, Protecção Civil, Brincar em Segurança e Internet Segura, temas muito complexos e muito importantes, que nos ajudam a crescer melhor e a tomar consciência da importância de nos tornarmos cidadãos activos e construtores da sociedade.


Fiquei muito orgulhosa destes meninos. Eles souberam estar muito atentos, participar no momento justo e até sabiam imensas coisas sobre o assunto, tais como a forma correcta de atravessar uma estrada, como andar de carro, os perigos que podemos correr quando estamos em casa, quando andamos de elevador, quando brincamos e até quando vamos à internet. Também vimos alguns filmes sobre segurança e gostámos tanto do que aprendemos que até combinámos que vamos escrever e ensaiar uma peça de Teatro acerca do tema e depois vamos convidar os meninos grandes para assistir. Estes são momentos de grande qualidade que ajudam à tomada de consciência Cìvica e portanto são muito importantes para o crescimento harmonioso das nossas crianças.


Obrigado aos Agentes Carlos e Florbela, pelos belíssimos momentos que nos proporcionaram. Hoje convosco demos mais um passo no nosso crescimento, hoje demos mais um passo para crescer bem!

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Será?

O João, o benjamin da sala, anda um pouco confuso... Temos mesmo que trabalhar os afectos. Porquê?
Bom, a razão é simples.
Eu e a Ivone, uma Mulher fantástica e uma auxiliar de mão cheia, que tem uma vitalidade incrível e que é um tesouro insubstituível, entendemo-nos como "Deus e os anjos" e não só partilhamos muitas coisas, como falamos e tentamos, em conjunto, superar os desafios e as dificuldades com que diáriamente nos confrontamos. Não fazemos nada de especial, apenas procuramos que aqueles que estão à nossa volta, sejam crianças ou adultos, se sintam bem e em casa. Em resumo, pensamos da mesma forma e entendemo-nos às mil maravilhas.
Ora ontem... Ontem o João estava com soninho e naturalmente foi aconchegar-se ao colinho da Ivone, que com o seu estatuto de Bisavó deve ter um colinho mesmo bom. E vai daí, conversa puxa conversa e o João pergunta:
- Então Ivone, quando é que te casas?
-Eu? Ó João, mas com quem é que tu queres que eu case?
 Diz o João muito sorridente - Olha, acho que podia ser com a Luz. Vocês são tão amigas!
(E agora digo eu: - Ivoninha, gosto mesmo muito de si, mas casamento, nunca!)
Fico deliciada e comovida com a inocência deste olhar!
Que belo é o olhar duma criança!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

"Quem feio ama, bonito lhe parece"...

Já há alguns anos, quando da minha passagem pelo Jardim de Infância do Porto Alto, uma passagem inesquecível e que recordo com muita saudade, eu tinha chegado à conclusão que este ditado tinha muito de verdadeiro. Porquê?
Conto-vos uma das muitas histórias que lá vivi e que ficou para sempre no meu coração. Já lá vão uns bons dez anos e eu, com 45 anos na altura, já tinha alguns cabelos brancos, que como ainda não eram muitos, ainda não sentia a necessidade de os esconder. Assim, um dia quando brincava aos navios no recreio, uma das pequenitas de quatro anos, a Claudia, muito despachada e observadora, pôs-se em pé atrás de mim e disse:
- Ó Luz tu és mesmo muito vaidosa; Fizeste madeixas!
-Escandalizada respondi: - Eu? Eu não Claudia! Isto não são madeixas, isto são cabelos brancos!
-Cabelos Brancos?- Perguntou a Claudia admirada.
-Sim, quer dizer que estou a ficar velhota! - respondi eu à laia de explicação.
Então a Claudia, despachada como só ela sabia ser, estica o dedo indicador na minha direcção e responde com ar escandalizado: -Velhota, tu? Velhota é a minha mãe que já tem 35 anos!
Vejam lá se isto não é mesmo a confirmação do provérbio?
E porque é que eu me lembrei disto? Porque hoje duas das crianças mais novas fizeram o meu retrato, onde, para ser sincera, fiquei muito favorecida. Querem ver como ficou?
Esta sou eu vista pelo João, o mais pequenino da sala.

...então fiquei ou não fiquei mesmo muito favorecida?

...E agora eu, com a bata azul aos quadrados verdes, a Ivone, com a bata azul e o Guga com o seu cabelo aos caracois vestido de amarelo que é a sua cor favorita, a caminho do teatro. Não estamos geniais?
É certamente por estas e por outras que Fernando Pessoa afirmou que: "O melhor do mundo são as crianças!"
Esta é ou não é a melhor profissão do mundo? Como é que se pode não ser feliz quando se está ao pé deles?

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

De pesadelos e de sonhos...

De pesadelos e de sonhos foi o que se falou hoje logo pela manhã. Já há muitos dias que a nossa Joaninha se vem a queixar que está com sono porque tem muitos pesadelos e não consegue dormir.
Aproveitando o mote, eu perguntei se alguém me saberia explicar porque é que sonhamos e o Gui, que é o menino das explicações e dos raciocínios rápidos, passou logo à acção. Primeiro explicou-nos que nós temos que dormir todos os dias porque o nosso cérebro, que é a bateria do nosso corpo, precisa de dormir para recarregar as baterias. " Assim como as pilhas recarregáveis"- explicou.
Também nos disse que o nosso cérebro, enquanto está acordado se vai "sujando" com as coisas que nos acontecem e que nos vão preocupando. Quando chega à noite adormece e enquanto se recarrega, vai-se limpando das coisas que vão acontecendo. Para se conseguir limpar ele usa os sonhos. Mas os sonhos, e sobretudo os pesadelos não são coisas reais, são assim como as anedotas, feitos de disparates. Por isso ele explicou à Joana que ela não precisa de ter medo dos pesadelos, pois como não são reais nunca vão acontecer.
Que bela explicação o Guilherme nos deu. Até a mim me convenceu. E juntos chegámos á conclusão que os pesadelos não são mais que o reflexo das nossas preocupações, dos nossos medos e das nossas inseguranças e portanto não podemos acreditar neles.
Aqui fica uma lista dos pesadelos da nossa sala:
- Um ladrão entra lá em casa porque quer "roubar" os brinquedos todos, mas o pai chega e salva os brinquedos - Gui
- Um ladrão entra lá em casa e leva-lhe os peluches todos menos a vaca malhada - Ricardo
- Um homem muito mau rapta a mãe - Joana
- Uma bruxa muito má leva-a a ela e à irmã e a mãe não sabe delas. - Matilde C.
- Um homem mau leva a Mãe e o Pai, mas como o Pai está na cozinha, com a faca consegue assustar o homem mau que foge. - Filipe
- Com tigres e leões - Rodrigo
- Com montros muito feios e maus - Margarida
E por fim o Rodrigo, com a sua natural espontaniedade e com o seu ar decidido diz:
-Mas eu também sei uma coisa muito importante, porque eu já vi. Eu sei o que é um mendigo. Sabem o que é? Não?! Um mendigo é uma pessoa que já não tem dinheiro nenhum, nenhum! Por isso pode ir a casa das pessoas pedir coisas. E as pessoas, se quiserem, podem dar ou não!
Boa definição, não acham?

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Hoje fomos às compras...

Hoje fomos às compras...
Em articulação com o Departamento do Ambiente da Câmara Municipal de Oeiras hoje, na nossa sala, falámos de consumo sustentável e fizemos um jogo de compras em que tínhamos que escolher, de entre vários artigos, aqueles que são os mais amigos do ambiente. Eles envolveram-se na actividade e penso que nunca mais esquecerão aquilo que hoje aprenderam.
Fica aqui o registo:





As partilhas continuam na nossa sala. A Inês Dias hoje trouxe para partilhar com os amigos, umas argolinhas de canela que a avó fez no fim de semana e que estavam uma delícia. Obrigado Inês! A avó cozinha muito bem!!!

domingo, 9 de janeiro de 2011

À roda das letras...

Com o Hugo na sala é impossível não se falar de letras. Ele adora explorar, descobrir, explicar e mesmo que os amigos ainda não estejam despertos para a leitura, quem se senta ao pé do Hugo tem forçosamente que se iniciar nas artes da leitura pois, mesmo sem se aperceber, as brincadeiras do Hugo vão sempre dar ao mesmo fim: O alfabeto.
Foi assim que, num dos dias desta semana, durante o lanche da manhã, a brincadeira mais uma vez se desenvolveu à roda das letras.
Diz o Hugo:
- E se nós, enquanto esperamos, brincássemos às palavras?
Como todos disseram que sim, o Hugo arriscou ir mais longe:
-Quem sabe dizer nomes de animais começados por "T"? Eu digo já um: Tartaruga!
-Tigre- Disse o Leandro
     -Tatu- disse o Filipe
     - Tucano - Disse o Gui
Só o Gonçalo, com o seu ar inocente e de Paz se mantinha calado. De repente dá um salto na cadeira e grita entusiasmado: -Já sei, já sei... Um animal começado por "T"... Tomate!
Bom, sem dúvida alguma que acertou na letra!

sábado, 8 de janeiro de 2011

Mesmo com um ligeiro atraso, é impossível não publicar...

Mesmo com um ligeiro atraso, que a vida no nosso Jardim de Infância passa tão rápidamente que nem nos dá tempo a publicar tudo aquilo que fazemos, vamos contar-vos como foi o nosso Dia de Reis.
Nem imaginam como foi bom e carregadinho de coisas boas.
Como na nossa escola a articulação é levada muito a sério, articulação entre ciclos e entre as várias entidades que tentam levar a bom porto a Educação das crianças que nos são confiadas, nós passámos o dia a receber e a distribuir surpresas.
Logo de manhã, quando chegámos à escola, os adultos tiveram uma grande surpresa. O nosso Presidente da Associação de Pais, Dr. Sérgio Almeida, tinha ensiado com as crianças do CAF umas Janeiras dedicadas aos professores. Muito obrigado! Não imaginam como nos souberam bem! O dia começou logo muito melhor. Querem ver como foi?


E agora a nossa estrofe...


Quando chegámos à sala tinhamos à nossa espera um lanche de reis.


Lanchámos, pusemos as nossas coroas e fomos "Cantar os Reis" aos nossos amigos do primeiro ciclo, que nos receberam muito bem!



Por fim fizemos o desenho dos Reis e um presente para a bisavó Rosa, que já está na sua casinha e fez anos hoje. Parabéns bisavó!



Foi ou não um dia em cheio?

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Notícias sensacionais!!!,,,

"Notícia sensacional,
Notícia bem fresquinha,
A nossa querida Bisavó
Já voltou para a sua casinha!"

Estamos muito felizes Bisavó! Foi o Diogo que hoje nos contou, embora também nos tenha dito que está tão fraquinha que quase não se consegue ouvir a sua voz! Fique boa depressa bisavó! É que nós temos muitas saudades suas!



Mas não é só esta a grande notícia... Esta é a mais importante porque fala da vida de uma pessoa, e a vida das pessoas é mesmo uma coisa muito importante, mas a outra deixou-nos muito felizes e sobretudo muito vaidosos. A Árvore de Natal que construímos colaborativamente, que decorámos com os nossos auto-retratos e que está a decorar a porta da nossa sala, foi a escolhida pelos nosso amigos do "Erte" para mandar como cartão de Boas festas aos nossos pareceiros europeus! Ficámos tão orgulhosos! (...e muito vaidosos também, tão vaidosos que nem conseguimos passar sem colocar aqui esta notícia).
Obrigado por terem escolhido a nossa árvore!
Bom Ano novo para todos

domingo, 2 de janeiro de 2011

Quando...





















"Quando olho uma criança a brincar, ela inspira-me dois sentimentos: A ternura pelo que é hoje, e o respeito pelo que será amanhã!"

                  Antoine de Saint-Exupéry

Sem mais comentários.
É mesmo isto!!!

sábado, 1 de janeiro de 2011

Feliz Ano Novo

Para todos os amigos, ainda que com um ligeiro atraso, os nossos votos de um Feliz Ano Novo!
Sempre convosco
Luz e crianças da sala das Estrelinhas