quarta-feira, 30 de novembro de 2011

É preciso ser muito crescido...

Na nossa sala há um ursinho de peluche. Já é um ursinho muito velhote, pois já tem 51 anos, mas é castanho, fofinho e é um daqueles ursinhos que quando se agarra parece que nos quer abraçar. Alegrou a minha infância e a infância da minha filha e, como detesta estar sozinho, já algum tempo que vive na nossa sala.
É um urso muito mimado, pois tem um guarda roupa e, para não ficar sozinho na sala, todos os dias vai dormir a casa de uma das crianças. Quem o leva tem também a obrigação de cuidar dele no dia seguinte, tarefa que eles fazem com muita alegria, muito empenho, muito cuidado e que por nada deste mundo delegam noutra criança da sala.

Hoje porém, aconteceu uma coisa que me comoveu e ao mesmo tempo me encheu de orgulho. Hoje o ursinho estava ao cuidado da Margarida, que é uma menina muito crescida e muito responsável. Ela estava  muito feliz, pois tinha esperado muito tempo por este dia que finalmente tinha chegado. Porém hoje, o Gustavo Cordeiro chegou à sala um bocadinho triste. Há uns dias que, por um motivo nada agradável, não pode estar com a mãe e está triste e um bocadinho fragilizado. Por isso chora com facilidade e está um bocadinho dependente dos adultos. Hoje, mais uma vez, ao entrar na sala se aninhou ao meu colo e eu deixei-o ficar, o que intrigou os amigos. Para evitar confusões, disse às outras crianças que hoje tínhamos que ser muito cuidadosos com o Gustavo porque ele estava a precisar muito de miminhos. Então a Margarida levantou-se pôs o ursinho ao colo do Gustavo e disse: - Toma, hoje ficas tu com ele. Acho que precisas mais do que eu! Quando já não estiveres triste logo fica para mim!...
Grande Margarida! É preciso ser-se muito crescida para conseguir abdicar de um momento que se desejou tanto e cedê-lo a um amigo ! Estou mesmo muito orgulhosa de ti!

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Oficina de aeronaves


Como um verdadeiro mestre, o nosso Jonas Pinto criou, juntamente com o Santiago e com o Jonas Dias, uma oficina de montagem de aeronaves de papel. E parece que sabe ensinar muito bem, pois os amigos aprenderam com facilidade e, ao fim de pouco tempo já tinham a funcionar, uma verdadeira linha de montagem, com aeronaves de todas as cores, tamanhos e para todos os gostos.




É muito bom vê-los organizarem-se entre si e construir em equipa, sem a interferência do adulto. Eu fico perfeitamente estarrecida com os progressos!



domingo, 27 de novembro de 2011

Mais vale tarde que nunca...

Este ano andamos mesmo atrasados :(((.
Não sei bem porquê, mas este ano, o tempo parece passar tão rápido que nem temos tempo de fazer as actividades planeadas.
Foi assim que, apesar de termos feito o papel  com as cores do Outono, para forrar  as caixinhas feitas a partir da reciclgem dos pacotinhos de leite escolar,ainda não tínhamos conseguido fazer "os bolinhos para os nossos pais.
Conseguimos finalmente um bocadinho de tempo na sexta feira passada e fizemos"Salame de chocolate".
Foi muito bom porque medimos, pesámos, comparámos, cheirámos, provámos e observámos cores e texturas, enfim um dia de muito trabalho.
Finalmente, à tarde, depois de ter estado uma horas no frigorífico, partimo-lo às fatias, comemos algumas e levámos outras para casa para provarmos em família.
Será que gostaram? Amanhã já saberemos.

As nossas caixinhas para a família.
Muito concentrados a mexer o açúcar  e a manteiga.
Ás vezes era preciso muita força...

Finalmente pronto...
Como ficou no final!
Uma boa semana para todos...

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Dente de ferro

O Rodrigo Aiveca foi ao dentista e trouxe de lá um selante prateado. Por isso chegou à sala muito entusiasmado com o seu "dente de ferro" que, durante toda a manhã, fez questão de mostrar a cada um que chegava de novo, deitando a lingua de fora, fazendo caretas, mas sempre muito compenetrado no seu papel. Os amigos, por sua vez, foram observando com atenção e até alguma admiração.




Por fim chega o Rodrigo Almeida e o Rodrigo Aiveca mais uma vez conta a história do seu "dente de ferro".
Diz o amigo: "Que sorte que tu tens, com um dente assim tão forte a partir de hoje vais esmigalhar as bolachas num instantinho".
Então e não é que é mesmo verdade... Desde que tem o seu dente especial o Rodrigo passou a ser um dos primeiros a acabar de almoçar.

domingo, 20 de novembro de 2011

Afazeres...

São tantos os afazeres e tamanha a loucura de coisas ao meu redor, que não tenho tido tempo para passar por aqui :(((!
No Jardim de Infância a vida vai decorrendo com normalidade e dentro do planeado, indiferente às nossas dificuldades e limitações. Por isso e para que não nos atrasemos ainda mais, aqui ficam alguns dos momentos vividos  nestas duas semanas de afastamento:)))



Querem ver como foi "ao natural"? Então aqui vai...



Boa semana para todos!!!

domingo, 6 de novembro de 2011

O Outono em Lublin

Acabou de chegar e é digno de ser visto. Um Outono completamente diferente do nosso, nas cores e nas temperaturas que, segundo eles este ano estão muito amenas, pois ainda estão com 3 graus positivos. Mesmo assim ainda passam cerca de 1.30 minutos por dia ao ar livre :)... Tanto que ainda temos a aprender.
Amanhã, na sala, vamos ver o filme pois esta é uma boa  forma de aprender a diversidade deste belo planeta que é a nossa casa!
Então aqui fica o Outono na escola dos nossos amigos Polacos!

Dias felizes

"E assim se passou a sua primeira infância... Como a alvorada que anuncia o mais belo dia!" Paul et Virgine - Bernardin de St. Pierre
Alguns dos nossos momentos felizes...

Eu e a Ivone no olhar da Patrícia de 5 anos - Estamos fantásticas! Obrigado Patrícia!!!

Serenidade...

Inocência...
Amizade...

Ternura...

Descoberta...
Felicidade...

Faz de conta - A leoa Joana no circo
Unidade...

Colaboração...

Sintonia...

Surpresa...

A melhor mensagem do mundo!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Um dia mesmo muito aterrador!

Um dia "muito aterrador" e muito divertido foi o que vivemos ontem e que tão depressa não  vamos conseguir esquecer...
Querem saber como foi?



E amanhã, se não chover, vamos ao "Pão por Deus", que as nossas tradições também têm que ser preservadas!
Bom "Pão por Deus" para todos!