sábado, 31 de janeiro de 2009

O que eles pensam...


Depois de falarmos de saudade, decidi aproveitar a conversa e fazer mais umas perguntas. Perguntei:
O que é estar alegre?
-É estar feliz! - Cátia
-É sentir o coração bater tão rápido que até apetece saltar e abraçar todos... Eu fico assim quando a minha mãe me leva ao parque ou ao circo - Igor
-É quando brincamos com os amigos - Ibraíma
-É quando os meus amigos brincam comigo. -Leonardo
-É quando eu vou para a cama do pai e da mãe -Alex
-É quando o pai brinca comigo- Mariana
-É quando o meu pai telefona, lá de Cabo Verde.-Lia
-É quando eu e a mãe vamos ver o pai à Guiné,passeamos os três com as maõs dadas e eu vou no meio. -Kyra
-O meu coração está a bater muito porque eu agora estou feliz a falar. - Christ
-É quando o sporting ganha e todos ficam muito contentes. - André
-É quando a minha mãe chega do trabalho e eu posso ir para casa.- Pedro
-É quando estou ao pé da mãe. -Rodrigo Machado
-É quando o pai me lava ao parque e fala comigo de África.-Ibraíma
-É quando eu vou ao Continente com a mãe e com a Vânia. -Teresa
-É quando a mãe e o pai brincam comigo.-Leonor
-É quando a mãe me dá uma coisa nova.-Érica
-É quando a tia Virginia sai do hospital e a avó já se ri.-Madalena
-É quando vamos para o Algarve e só falamos pelo caminho todo.-Rodrigo Almeida
-É quando eu vou para Moura.- Rodrigo Simões

Estar triste é:
-Chorar...- Rodrigo Simões
-É quando os nossos amigos nos "aleijam" e não nos pedem desculpa.- Lia
-É quando caio e faço sangue.- Ibraíma
-É quando a mãe se zanga comigo.-Rodrigo Machado
-É quando o pai não está cá. -Leonor
-É quando o pai não me leva ao Jardim. -Mariana
-É quando a tia Virginia está doente. - Madalena
-É quando o pai se zanga comigo.-Cátia
-É quando o pai vai para Inglaterra e a mãe chora.- Christ
-É quando a Vânia se zanga comigo.- Teresa
-É quando eu me porto mal e o pai fica aborrecido e triste comigo.- Leonardo
-É quando os meus amigos não bricam comigo.-Pedro
-É quando a mãe vai para o trabalho e eu fico com a tia.-Kyra
-É quando o pai grita connosco.-Igor
-É quando o pai diz não!- Alex
Sem comentários...

3 comentários:

Educadora de Infância disse...

E que consciência já têm dos seus sentimentos e emoções!
Surpreendem-nos sempre, não é verdade?
Devem ter bem acesas as luzinhas dos vossos corações!
Beijinhos bons para todos, daqueles que fazem matar as saudades, esquecer a tristeza e ficar feliz!

Os cabaninhas disse...

De forma tão simples e concreta os meninos definem tão facilmente o que sentem. Por vezes dão-nos grandes lições!!
Beijinhos. Fátima e Cabaninhas.

Um Poema disse...

....

É tão simples mas espantosa e enriquecedora a sensibilidade de algumas crianças.

Um abraço