quinta-feira, 11 de março de 2010

Ainda a propósito da Madeira...


A água a cair em cima das casas e das meninas. Era tanta que as casas até se partiram... - Matilde


A brincar no tapete, o Leandro, o Tomás e o Sebastião, constroem uma grande casa em lego. O Rodrigo, acidentalmente, derruba uma das paredes. O Leandro fica muito zangado. Diz o Tomás: - Não te zangues Leandro, faz de conta que estamos na Madeira. Lá as casas também caíram. A tempestade e a chuva deitaram as casas ao chão.
-Pois foi, eu vi na televisão. -Diz a Mafalda
-Choveu muito e o rio encheu. - Carolina
-E o rio levou as casas e os carros - Tomás
-E partiu tudo e estragou as coisas das pessoas. Eu vi um senhor que até estava sem camisola. - Rita
-A água e o vento levaram as roupas e as estradas. - Inês
-A água estava toda castanha. - Matilde
-O vento empurrou a terra para a água e ela ficou castanha. - Mariana
-Acho que morreram para aí 20 pessoas. - Bárbara
-Os polícias tentaram ajudar mas não conseguiram. - Diogo
-As pessoas morreram porque ficaram debaixo de água e não conseguiam respirar. -Daniela
-Pois, se não se respira morre-se. - Diogo
-Na tempestade o sol não se vê e as nuvens estão "pêtas". -Rodrigo
-Ficaram pretas porque estavam todas cheias de água. - Sebastião
-Porque o sol puxou a água do mar para as nuvens. - Bárbara
-Isso, acho que é o vapor. - Sebastião
-Mentira, isso é mentira. Eu sei que a água vem da torneira... - diz o Leandro todo zangado.
E o Hugo corrige: - Sai da torneira, mas vem do cano.
-Ou do poço. - Tomás

E a conversa continuou animada...
Eu, como tinha gasto o bocadito de papel que tinha no bolso para ir tomando notas, não consegui registar mais nada e perdi o resto do diálogo.
Mas deste pedacinho de conversa fiquei com duas certezas: A primeira é que as nossas crianças estão muito atentas ao que se passa ao seu redor e a segunda é que... tenho mesmo que me apressar a falar no ciclo da água ou, se não o fizer, corro o risco de já não ter nada de novo para contar...

São espantosas as nossas crianças!!!

2 comentários:

Juca disse...

É mesmo isso... eles vão andando e nós temos que pedalar (e bem) para os conseguir acompanhar!

Bjs, Juca

rute moura disse...

Ai que é isso mesmo! Ainda bem que não sou só eu que ando sempre a "pedalar" para ver se as acompanho! Já me sinto mais acompanhada!! Mas isso eu já sabia porque tanto a Luz como a Juca são colegas nestes sprints!!! lol

Luz e Meninos de Valejas deixei-vos a resposta sobre o Vulcão no jardim das cores. beijinhos